7 táticas para desenvolver a criatividade ⋆ Like Marketing - Inteligência & estratégia digital.

7 táticas para desenvolver a criatividade

Como já dizia o filósofo François Marie Arouet:

“A criatividade é como a barba. Você só a terá se deixá-la crescer”.

 

O fato é que sem uma rotina constante olha, não vai ser um lapso nervoso ou uma luz divida que vai te ajudar nessa hora, vai por mim amigo. Cada área normalmente exige que seus profissionais tenham algumas habilidades básicas e aos criativos não é diferente.
É natural que a cobrança para sermos inovadores, surpreendentes e principalmente CRIATIVOS seja rotineira mas, eu preciso te avisar caro leitor, sem praticar alguns hábitos talvez a sua criatividade não seja a mesma que de muitos bons profissionais por aí.

Pois bem, depois de analisar alguns hábitos que pratico e pesquisar outros de alguns grandes profissionais, tomei a liberdade de listar aqui 7 hábitos para colocar em forma a sua criatividade!

Então aí vamos nós:

1. Registre suas ideias:

Escreva, escreva, escreva e escreva. Ou seja, guarde tudo!

A correria do dia, a tarefa extra no meio de uma atividade, uma mensagem inesperada, qualquer desvio súbito de atenção pode deixar aquela ideia brilhante falhar. Por isso não deixe de ter um caderno sempre a mão, um aplicativo de notas ali no celular, da maneira que for mais fácil pra você mas, não deixe uma ideia passar batida. Pode ser que ela não seja tão interessante agora mas poderá ser muito útil em uma próxima hora, lembre-se! 😀

2. Analise tudo ao final de cada criação:


Li por ai que o diretor Harper Reed que comandou a campanha do presidente Barack Obama, diz que existe uma certa importância em fazer uma retrospectiva ao final de cada projeto. Isso nos faz analisar bem os erros e acertos, assim como os pontos positivos e negativos e, principalmente, o que aprendemos com o que foi feito. O ideal é: ao finalizar a ideia, reúna os envolvidos para um debate.

3. Junte diferentes e absurdas ideias:

 O contraste de 2 ideias (ou mais) pode tornar uma nova ainda mais interessante.  Não se limite! Certa vez, ouvi uma história de um neurocientista (Paul Howard-Jones) que fez um teste no qual você mesmo pode tentar também:
Desafie alguns amigos pedindo que eles inventem uma história com apenas 3 palavras. Essas palavras devem ser de um mesmo contexto, por exemplo, “passeio”, “parque”, “diversão”.

Agora desafie outra pessoa a criar uma história diferente com outras três palavras que não tenham nenhuma conexão, por exemplo “biscoito”, “relógio” e “meia”.
Aí é só comparar, quem será que contou a história mais criativa?

 

4. Tenha uma rotina:

O item mais importante, fato! E já estamos “carecas” de saber disso. Qualquer que seja a sua profissão, pode ser ou não na área criativa, criar uma rotina ao acordar (principalmente), é um dos melhores hábitos e talvez o mais fácil de você adquirir já!
Além de tudo nos mantém mais produtivos e dispostos.
Vale a pena começar!


5. Mude de ambiente:

 

Ficar trancado na agência, no home office, na mesa de jantar, ou seja onde for o seu local de trabalho não vai te ajudar muito. É natural entre os criativos que não seja tão aceitável que uma pessoa sente na frente de uma folha em branco por horas e horas…

Uma boa maneira de driblar a mesmice (pra mim) é nem sempre usar o mesmo espaço para o trabalho. Tenho o meu cantinho – home office – em casa, vou a agência regularmente mas, mesmo assim aleatoriamente atendo clientes em cafés ou restaurantes charmosos. E digo mais, mesmo quando estou na agência costumo mudar de cenário com frequência, ás vezes sento na cadeira do vizinho, as vezes no sofá. Pode parecer maluquice mas vai por mim, é muito interessante! Assim você analisa pontos diferentes do ambiente, cria outros estímulos visuais e consequentemente pode ter outras ideias e inspirações.

6. Tenha um método / processo

É muito importante que você siga um processo dentro do seu sistema de trabalho. Claro que nada é regra! Mas se educar a seguir um método de produção faz toda a diferença pra você e principalmente para o seu cliente. Mostrar para o cliente os passos que você terá que seguir por exemplo, te torna ainda mais profissional. E se você trabalha home office isso te torna mais produtivo e organizado, dando assim mais espaço pra sua criatividade aflorar 😉


7.  Observe

Nosso último item porém, não menos importante, é completamente visual. Observar te faz aumentar a percepção, te leva a trabalhar ainda mais a imaginação…
Uma coisa que eu costumo fazer bastante é perguntar para uma criança como ela lidaria “com um problema” e observar a criatividade dela, isso me faz entrar em outro universo e sério, já tive várias ideia vindas desse exercício!

 

Um beijo,

 Mari Koch 😉