Como fazer marketing para a área da saúde sem ferir nenhum órgão regulatório?

Fazer marketing para a área da saúde é uma necessidade cada vez maior para que consultórios e seus profissionais mantenham um bom fluxo de pacientes. E se eu disser que a agenda lotada é só o começo para o profissional da saúde que investe em marketing?

A internet permite que os profissionais da saúde – médicos, dentistas, nutricionistas, fisioterapeutas, entre outros – alcancem muito mais do que imaginam em suas respectivas áreas.

Se as restrições para mídias e propagandas imposta pelo conselho profissional deixa você – profissional da saúde ou de marketing – inseguro, leia até o final para entender como é possível crescer com o marketing para a área da saúde. Sem nunca ser notificado por nenhum conselho.

O segredo não é segredo: é conteúdo!

As pessoas estão nas redes sociais para fins de relacionamento e entretenimento.

Assim, cada vez menos faz sentido ser interrompido por alguma propaganda invasiva, certo? Além de não ser permitido pelos conselhos médicos e afins a publicidade direta, provavelmente não seria tão eficaz quanto investir em uma estratégia de conteúdo.

Compartilhar o que você sabe faz toda a diferença. Todas as pessoas precisam de boa saúde para viver. Boa parte delas, em algum momento da vida, vai ter dúvidas sobre doenças.

Já pensou em quantas pessoas pesquisam no Google as mesmas perguntas que fazem no seu consultório?

O profissional de saúde conta com os conhecimentos que a maior parte das pessoas sentem dúvidas e querem solucioná-las! O maior erro do profissional da saúde nas redes sociais é não compartilhar o que sabe.

Cada vez mais, as pessoas buscam por qualidade de vida, longevidade e saúde por meio dos seus hábitos de vida, incluindo aí alimentação, sono e exercícios físicos. Por isso, não deixe de fazer conteúdo de qualidade para a sua audiência.

Então, como fazer conteúdo para área médica?

O profissional deve estar onde os seus potenciais pacientes também estão: na internet. Seja nas redes sociais ou em uma pesquisa do Google. Não é necessário – sequer é sensato – postar conteúdos pessoais nas redes sociais de um médico.

Aqui, estou falando sobre posts relevantes do ponto de vista daqueles que buscam mais saúde. Um ginecologista pode abordar assuntos relacionados à menopausa, aos hormônios, aos métodos anticoncepcionais, entre outros que geram muitas dúvidas em suas pacientes.

É assim que as pessoas que ainda não te conhecem vão entrar em contato com o profissional, por meio dos conteúdos. Lembre-se que as pessoas compram de quem elas conhecem e na hora de escolher um médico não é diferente. Assim, as chances dessas pessoas procurarem por uma consulta com quem já auxilia nas dúvidas são bem maiores.

O aumento no número de pacientes não é o único resultado que você vai notar ao dar atenção para a sua criação de conteúdo. Conforme você explora os assuntos nos quais é especialista, você firma seu nome como uma verdadeira referência nesses temas.

Você pode ser convidado para entrevistas nas mídias, para palestrar e até pode criar produtos digitais para ajudar as pessoas a melhorar sua saúde.

Além dos posts tradicionais para blogs e redes sociais, recomendo também que o profissional da saúde invista na criação de vídeos. É um passo além de compartilhar conhecimento: é deixar que as pessoas te conheçam e fiquem familiarizadas com a sua voz, os seus trejeitos, a sua maneira de explicar.

A partir daí, agenda cheia vai ser somente o primeiro resultado. Ao produzir vídeos, logo o profissional será chamado para palestras em eventos.

Conforme o conteúdo evoluir, é possível até elaborar cursos e outros materiais digitais para ajudar ainda mais pessoas. É o que acontece com alguns dos clientes aqui da Like Marketing, onde atendemos profissionais de diferentes áreas da saúde.

Acreditamos no que fazemos, acompanhamos de perto os resultados e por isso eu posso recomendar: investir em marketing digital para área da saúde é seguro. As surpresas são positivas.

Eu espero que este conteúdo ajude você a fazer marketing para a área da saúde. Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Eu espero ter tirado as suas dúvidas sobre fazer marketing para a área da saúde. Se você deseja se aventurar ainda mais pelo fantástico mundo dos conteúdos inteligentes e encantadores, conheça meu curso Criadores de Conteúdo.

Em breve, vou abrir uma nova turma e você pode se inscrever agora mesmo para ser avisado primeiro neste link.

Rejane Toigo

DIGITAL STRATEGIST & NEUROMARKETING CEO. Distribuição on-line de conteúdo científico.
Fechar Menu