Quanto e como cobrar pelo serviço de social media?

Você não sabe quanto e como cobrar pelo serviço de social media? Esta é uma dúvida bastante recorrente entre profissionais do marketing digital.

Nossa profissão é tão nova que os meios de precificação também variam.

Afinal, o que levar em consideração na hora de cobrar pelo serviço de social media? Acompanhe este post até o final se não quiser ficar no prejuízo.

Mensure tempo e habilidades

Essa é a primeira etapa da precificação. O trabalho de social media envolve diversas habilidades da área da comunicação. Para criar conteúdo encantador e criativo, você pode fazer uso de diferentes mídias:

  • Texto;
  • Imagem;
  • Fotografia;
  • Produção e edição de vídeo;
  • Preparar seu cliente para lives;
  • Agendar lives;
  • Gerenciar anúncios.

Você precisa ter clareza sobre quais dessas habilidades você domina e quanto tempo leva para fazer cada uma delas. Há quem crie conteúdos brilhantes mas demore, assim como há quem entre num fluxo muito rapidamente.

É importante que essas habilidades estejam de acordo com aquilo que o negócio do cliente busca e necessita. Lembre-se de combinar cada detalhe com o cliente antecipadamente. Por exemplo, duração dos vídeos, se terão legenda ou não e quantidade de posts mensais.

Quais redes você vai trabalhar?

Também é importante definir as redes sociais em que esses posts serão publicados. Muitos posts de Facebook podem ser replicados no Instagram sem problema nenhum, com o trabalho apenas de subir na plataforma mais de uma vez.

Mas, lembre-se que o uso de Instagram Stories, IGTV, YouTube, Snapchat, Twitter, posts para blogs, entre outros, também devem ser considerados conforme a estratégia e o público do seu cliente.

Verifique se você ou sua equipe contam com as habilidades necessárias para trabalhar essas redes.

Saiba exatamente do que está falando

Quando você trabalha o discurso de uma marca nas redes sociais, lembre-se que essa marca deve ter postura como referência em sua área de atuação. Portanto, os posts precisam trazer os assuntos com propriedade.

Para produzir um texto, uma arte ou um vídeo, é preciso que o social media entenda aquilo que comunica com propriedade. Então, mensure também a dificuldade do assunto ao precificar.

Por exemplo, se o cliente trabalha com automação industrial e você nunca teve contato com o tema, a tendência é que você precise dedicar algumas horas a mais estudando o assunto.

Não há como fugir do estudo: é obrigatório para quem produz conteúdo. O que não dá é ficar no prejuízo lendo e produzindo o conteúdo por mais horas que o esperado.

Se você está neste blog e é social media, já é sinal de que está preocupado em produzir conteúdos de qualidade. Parabéns por estudar!

Eu espero que este artigo ajude você a entender como cobrar pelo trabalho de social media. Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Treinamento on-line para aprender a criar conteúdo e

crescer nas redes sociais

rejane-toig

Rejane Toigo

DIGITAL STRATEGIST & NEUROMARKETING CEO. Distribuição on-line de conteúdo científico.
Fechar Menu