10 tendências em marketing digital para 2020

As tendências em marketing digital para 2020 seguem trazendo a humanização como conceito-chave. Diferentes meios e canais devem continuar a priorizar a experiência e as sensações do usuário durante os próximos meses.

Quer saber como conquistar o coração e a mente da sua audiência em 2020? Continua até o final deste artigo!

1. SEO

O trabalho que envolve SEOSearch Engineer Optimization, ou simplesmente otimização do conteúdo para os motores de busca, está em alta.

“Mas, Rejane, o alcance orgânico não morreu?”

Definitivamente, não!

Com os anúncios cada vez mais caros, promover conteúdos capazes de atrair visitantes de forma orgânica é uma estratégia cada vez mais valorizada.

Ao fazer artigos de blog, vídeos e outros formatos de conteúdo voltados à experiência do usuário, o Google e outros motores de busca entendem que o seu site é relevante e faz que essas páginas alcancem o topo das buscas.

Isso facilita o acesso por parte de quem procura alguma solução pela internet e, consequentemente, traz melhores resultados para quem investe em SEO.

2. Funil de SEO

Não basta trabalhar a otimização do conteúdo. É preciso ter estratégia!

Depois que o seu artigo de blog já está bem posicionado nos motores de busca, é preciso levar o seu visitante a outros conteúdos.

Ao longo do corpo do texto, você pode inserir links para:

  • Outros artigos relacionados ao tema;
  • Vídeos do canal do YouTube;
  • Iscas digitais (e-books, por exemplo);
  • Artigos de conversão;
  • Seus próprios produtos ou página de serviço.

Disponibilize esses links de acordo com a sua previsão de interesse do visitante.

Ele pode estar em fase de atração, conhecimento e consideração ou logo na conversão. Não esqueça de monitorar as origens dos acessos desses artigos, a fim de entender se o seu visitante está vindo das buscas do Google, de linkagem de rede social ou por outros meios.

Essa informação vai definir em qual estágio de consciência sobre a sua solução ele se encontra e como você pode conduzi-lo com suavidade até o final do funil.

3. Telegram

Essa ferramenta de troca de mensagens reúne funcionalidades que não encontramos em seu concorrente WhatsApp.

No aplicativo, é possível apagar ou editar mensagens sem que o remetente ou outros membros de um grupo vejam. Como criadora de conteúdo, considero essa funcionalidade interessante para que os novos membros possam ver as conversas adicionadas anteriormente à sua entrada.

Assim, o Telegram pode ser uma importante ferramenta de nutrição das pessoas interessadas no seu conteúdo. Além de todas as funcionalidades, é interessante proteger a privacidade dos participantes sem expor os números de celular e não ter limites de membros para adicionar em grupos.

É por isso que meus 1000 alunos do Curso Criadores de Conteúdo trocam ideias e têm contato direto comigo lá dentro do nosso grupo do Telegram. 

4. Influenciadores digitais

Os influenciadores digitais devem continuar com muito trabalho em 2020!

No entanto, o formato deve mudar. Enquanto atualmente os influenciadores cobram pelo espaço em suas publicações nas redes sociais, em breve eles precisarão se comprometer ainda mais com os resultados que as empresas buscam.

As marcas estão cada vez mais preocupadas em melhorar não apenas seu engajamento nas redes, como também o seu faturamento. Assim, a remuneração tende a ir para um caminho desse influenciador como afiliado em vez de mero “anunciante” da marca.

5. Podcasts

Os podcasts dominaram a cena digital em 2019 e a sua tendência é de franco crescimento em 2020. Inclusive, eu mesma farei o meu podcast a partir de janeiro!

Os podcasts continuam em alta para o próximo ano porque são um meio interessantíssimo para consumir conteúdo enquanto realiza outras atividades e também dá para ouvir off-line.

Basta baixar no celular e ouvir enquanto pega trânsito, faz faxina, entre outras atividades do cotidiano.

6. Anúncios no YouTube

Enquanto redes sociais como Facebook e Instagram são obrigadas a reduzir o alcance orgânico das publicações para que os anúncios ganhem espaço, o YouTube se beneficia da produção de conteúdo dos creators para monetizar a plataforma.

Isso significa que, ao contrário das redes de Zuckeberg, os anúncios do YouTube não concorrem com o conteúdo orgânico. Se os creators postarem um vídeo por dia na plataforma, o YouTube ganha um espaço a mais para colocar os seus anúncios.

Quanto mais produtores de conteúdo, mais anúncios e mais baratos eles ficam. Por isso, vale a pena investir.

7. Vídeos

Vídeos bombam! Em todas as plataformas, vídeos geram engajamento e identificação da audiência com o seu trabalho. Infelizmente, marketing digital sem produção de vídeos está fadado ao fracasso.

Com a maior parte das redes sociais aceitando esse formato e priorizando perfis que usam vídeos em suas estratégias, é muito difícil sobreviver no digital sem o uso de vídeos.

8. E-mail personalizado

A newsletter morreu! Chega daquele e-mail semanal para cumprir tabela e manter a ilusão que está alimentando os leads. Ninguém aguenta mais esse tipo de conteúdo.

O e-mail deve estar alinhado ao momento da jornada de compra que a pessoa está. Se ela baixou um e-book sobre neurociência, precisa continuar recebendo conteúdos sobre o mesmo assunto!

Quando você insiste em enviar e-mails sem estratégia, as pessoas deixam de abrir, se descadastram ou simplesmente esses e-mails vão parar na caixa de spam. 

Invista em entender o estágio de conhecimento da sua persona e atender às suas necessidades.

9. Disponibilidade

Dar atenção a todos os seguidores é um desafio para a sua empresa? Saiba que aquelas que atendem aos comentários, dúvidas e outras mensagens que chegam pelas redes sociais são as primeiras a serem lembradas pelas pessoas.

Por isso, o criador de conteúdo precisa responder seus seguidores. E, se for o caso, a empresa pode até mesmo contratar um responsável pelas respostas às mensagens.

A atenção é valiosa! Quanto mais e melhor você atende, mais e melhor você será visto. Por isso, é uma forte tendência em marketing digital.

10. Marketing de conteúdo criativo

As pessoas não querem mais ver uma foto qualquer de banco de imagens com uma frase qualquer. Criatividade na hora de fazer textos, imagens e vídeos é cada vez mais importante. Em especial se você levar em consideração o quanto a concorrência aumentou.

Se você quer ganhar dinheiro como social media, é melhor começar a se capacitar agora. Sabe aquele ditado de que “quem chega primeiro bebe água limpa”? Isso se aplica completamente ao marketing digital.

Para ajudar quem deseja criar conteúdo inteligente, com criatividade e de forma autêntica, foi que criei o Curso Criadores de Conteúdo.

São 8 módulos de puro conteúdo em que você vai aprender a desenhar sua persona, criar linhas editoriais para o seu projeto e elaborar seu próprio calendário de conteúdo.

Tudo isso além de bônus exclusivos que complementam tudo o que eu ensino.

Quer saber mais? Conheça agora: Curso Criadores de Conteúdo.

Para saber mais sobre as tendências em marketing digital, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Treinamento on-line para aprender a criar conteúdo e

crescer nas redes sociais

rejane-toig

Rejane Toigo

DIGITAL STRATEGIST & NEUROMARKETING CEO. Distribuição on-line de conteúdo científico.