Como vender o serviço de Social Media?

A melhor forma de conseguir vender o serviço de social media é ter resultado com um cliente. É a partir dele que você passará a apresentar seu trabalho, seu resultado, e atrairá a atenção de novos clientes.

Como em qualquer profissão, é importante praticar. E como diz o velho ditado, é a prática que leva à perfeição.

Esse primeiro cliente será a base do seu desenvolvimento e é nele que você aplicará todo o seu conhecimento. Será ele que servirá de portfólio futuro para que você possa mostrar seu trabalho e conseguir vender o serviço de social media para outras pessoas.

Mas como conseguir o primeiro cliente?

Claro que para ter um portfólio, o primeiro passo é ter o primeiro cliente. É ele que servirá de case do seu trabalho. Mas sabemos que conseguir esse primeiro cliente, sem ter nenhum resultado anterior a apresentar, não é tarefa simples.

Nesse ponto, nossa recomendação é que você oferte a esse potencial primeiro cliente seus trabalhos por três meses gratuitamente. E ao fechar esse contrato, deixe claro que sua ideia é mostrar trabalho e que após esse período começará a cobrar pelo serviço.

Nesse período você precisa mostrar todo o seu diferencial, toda sua capacidade como social media, e entregar resultado ao cliente. Somente assim, ao final dos três meses, é que ele concordará em seguir o contrato, mas agora remunerado.

Dessa forma você passará a contar com seu primeiro cliente. E ele pode ser algum parente, amigo. Pode ser sua irmã psicóloga, pode ser seu amigo dono de petshop. Não importa, com um trabalho bem executado eles terão retorno financeiro.

Usem sempre o círculo de relacionamento que vocês já possuem e dentro dele se posicionem como um social media. E dali sairá seu primeiro cliente.

Faça estratégia de conteúdo

Para atingir resultado, antes de tudo é preciso saber onde você quer chegar. Ser apenas um fazedor de post, sem objetivos, não leva a lugar algum. 

Por isso, é fundamental que você também elabore uma estratégia para o cliente e aproveite esse momento para aprofundar seu conhecimento, conhecer tendências, estudar o público-alvo, criar persona, entre outros. Enfim, elaborar o DNA do projeto.

Esse pode ser um diferencial futuro que você vai oferecer quando for vender o serviço de social media. E temos um segredo para te contar: vender estratégia é muito mais lucrativo que o próprio serviço de criação de conteúdo.

Um ponto que é importante deixar claro para esse primeiro cliente é que ele estará lhe auxiliando com sua formação. Seja franco e diga que você está entrando nessa nova área e que a empresa será como um estágio prático para que ele aplique tudo aquilo que vem aprendendo.

Leia também::: Qual curso de social media fazer?

Como você deve se posicionar?

Um ponto que gera muito debate é quanto ao perfil do social media nas redes sociais. Ele deve ser pessoal ou profissional? Essa é uma questão que não tem resposta certa. 

O ideal é que nesse espaço, por mais que seja seu perfil pessoal, você começe a postar que você é um social media, que tem conhecimento na área, dê dicas, informações. Ou seja, gere um conteúdo relevante.

Claro que inicialmente quem vai curtir são seus amigos, primos, tios. E talvez desse grupo já saia também seu primeiro cliente. É nesse círculo de amizade que podem surgir seus clientes.

E por mais que seus amigos e parentes não comprem seu serviço de social media, eles vão saber que você trabalha nessa área e poderão lhe indicar para onde trabalham, ou mesmo para conhecidos que precisam desse serviço.

É assim em qualquer profissão. Por exemplo, o dentista começa a atender primeiro seus conhecidos, para então atrair novos clientes. O engenheiro, o arquiteto, o médico, em geral todos são assim. E não vai ser como social media que será diferente.

Como abordar o cliente de social media?

Ao abordar os clientes, você já tem que mostrar seu diferencial. Nada de mensagem pronta por Direct do Instagram. Chame a atenção das pessoas, crie um conteúdo exclusivo e use essa técnica também na captação dos clientes.

Ao criar uma mensagem padrão, que você sai disparando via Direct, passa a percepção de que você está liquidando um serviço, e não que você é um profissional que fará a diferença na vida do cliente. 

Antes de abordar alguém, faça uma ampla investigação sobre sua área de atuação, público, se tem site, se tem redes sociais, se é ativo na rede, entre vários outros fatores. E com base em todo esse levantamento, aí sim faça a abordagem, de forma personalizada e única, e apresente seus serviços.

Mostre que você já o estudou, observou pontos fracos e fortes e qual DNA de projeto pode ser oferecido a ele. Isso transmite um ar de profissionalismo e o cliente verá que você realmente tem um trabalho diferenciado.

Quanto cobrar pelo trabalho como social media?

Essa é uma dúvida muito comum no início. Com o passar do tempo, com a segurança do que oferecemos, fica mais fácil precificar qualquer serviço.

Quando se tem certeza que o produto é bom, fica mais fácil vendê-lo. Você perde o medo e saberá exatamente quanto cobrar para seu serviço de social media. Mas até chegar lá você precisa entender como funciona a cabeça do cliente, como você vai atuar, se irá atender um nicho específico e se dentro desse nicho, há muitos outros profissionais.

Tudo precisa ser analisado na hora de precificar. Por exemplo, se você vai atender uma área bastante comum, é claro que seu preço não pode ser tão alto. Mas se você vai atender um nicho bastante restrito, por exemplo de neurorradiologia, que exige bastante conhecimento técnico, é claro que o valor será maior. Afinal de contas, não haverá tanta concorrência no mercado.

Você pode usar ferramentas no processo

Você precisa de ferramentas que te ajudem a conseguir clientes como social media. As redes sociais são ferramentas importante e muito úteis, mas não fazem o trabalho sozinhas.

Existem ferramentas complementares que podem te ajudar a ser encontrado pelo cliente. Você pode criar funis para atração de clientes, usando toda a estratégia do marketing digital em seu benefício. 

Por exemplo, você pode oferecer materiais ricos, como aulas sobre marketing digital, e enviar para seus potenciais clientes. 

Vamos supor que seu nicho seja a advocacia. Você pode criar uma aula falando sobre como criar conteúdo para as redes digitais, ou como postar conteúdo sem infringir as regras da OAB. 

São materiais que seu público-alvo vai demonstrar interesse, que vai acompanhar e que poderá ao final se converter em seus clientes. Essa aula você também pode transformar em um e-book que também enviará para um mailing. 

Ou seja, você usará toda a estratégia do inbound marketing para atrair leads para seu funil de vendas. Dessa forma, será possível ter novos clientes e oferecer o serviço de Social Media.

Invista em sua profissão

Como você viu, saber como vender o serviço de Social Media é um processo, e quando bem executado, traz resultados excelentes. Você pode ganhar muito dinheiro nessa área, que inclusive está entre as profissões que mais estão crescendo.

E com o curso Criadores de Conteúdo, você pode destravar sua criatividade e se tornar um profissional diferenciado no mercado e bastante requisitado. Nele, diversas técnicas para a criação de conteúdos únicos são apresentadas. 

Está pronto para vender o serviço de social media? Espero que o artigo tenha ajudado! E como bônus, confira um videobook produzido pela Rejane Toigo com os três pilares da estratégia de conteúdo. É só clicar no botão baixo e acessar agora mesmo!

Treinamento on-line para aprender a criar conteúdo e

crescer nas redes sociais

rejane-toig

Rejane Toigo

DIGITAL STRATEGIST & NEUROMARKETING CEO. Distribuição on-line de conteúdo científico.