You are currently viewing A diferença entre se inspirar e plagiar

Como se inspirar no conteúdo de outra pessoa, sem que isso pareça uma cópia? Quando falamos em produção de conteúdo, é importante estar atento ao plágio.

Copiar o que outra pessoa fez é um crime na legislação brasileira. Aqui no Brasil inclusive pode render detenção, aplicação de multas e sanções administrativas.

E com a facilidade que a internet proporciona, é preciso estar ainda mais atento ao plágio durante a produção de conteúdo. Dar o famoso ctrl c + ctrl v pode trazer consequências para você e para o cliente.

Mas como produzir um conteúdo de qualidade, original, e sem plagiar? Confere o artigo abaixo que damos algumas dicas!

Se inspire!

Uma coisa que precisa ficar claro é que plágio é diferente de inspiração. Plágio, como mencionamos acima, é copiar exatamente o que outra pessoa fez. 

Já a inspiração é quando vemos o conteúdo de alguém, achamos bacana, e fazemos algo que pode vir a lembrar o conteúdo original.

Mas imporante dizer que quando isso acontece, é fundamental citar a fonte. Isso deixa de ser um plágio, e se torna uma homenagem.

Além disso, aquele que foi citado na maioria das vezes gosta de saber que inspirou outras pessoas, e ainda recebeu o crédito por isso. 

Chato é encontrar por aí conteúdo bastante semelhante ao seu, onde sequer dizer que se inspiraram em você!

Leia também::: Social media iniciante, não cometa esses erros

Produção de conteúdo autoral

Outra coisa que precisa ficar claro é quando vemos algo aqui, outra coisa lá, e mais outra em outro lugar, e juntamos tudo para transformar no nosso conteúdo. Isso deixa de ser cópia.

Afinal de contas vários pontos foram usados como inspiração para a produção do nosso conteúdo autoral. 

Ainda mais quando vemos que o nosso conteúdo não tem qualquer relação com o material no qual nos inspiramos. 

Conseguiu perceber a diferença entre produção de conteúdo e plágio?

Leia também::: Como criar conteúdo compartilhável no Instagram?

Ideia já usada por outro

Um fato que também acaba acontecendo bastante é termos uma ideia de conteúdo, e não colocar em prática ela no mesmo instante.

Colocamos lá no nosso calendário e, quando chega o dia de produzí-lo, vemos que alguém nesse meio tempo já fez algo exatamente como você tinha pensado.

E acontece muito isso, duas ou mais pessoas terem a mesma ideia, seja baseado em algo novo que surgiu, uma nova informação, ou o que for.

Nesse caso novamente é importante citar a fonte, dizer também teve a mesma ideia, mas que outra pessoa acabou produzindo antes. Dizer quem é! Isso é muito bacana também, e não é plágio.

Produza conteúdo de qualidade

Espero que você tenha entendido a diferença entre se inspirar e plagiar na produção de conteúdo.

Quando vemos algo bacana, e queremos usar como parte em nosso conteúdo, é importante citar a fonte. Dar os créditos a quem teve a ideia original.

Isso valoriza o trabalho do autor, e também do produtor de conteúdo, que mostra que é ético em suas funções.

O que não pode jamais é copiar algo e postar como se fosse seu. Isso é um crime.

Portanto, jamais faça isso, pois além de estar fazendo algo errado, estará colocando sua reputação em jogo.

Espero que tenha gostado do artigo sobre plágio na produção de conteúdo. E para aprofundar ainda mais seu conhecimento no tema, baixe o Manual Antiplágio, elaborado pela nossa Rejane Toigo. É só clicar no botão abaixo!

Treinamento on-line para aprender a criar conteúdo e

crescer nas redes sociais

rejane-toig