Social media iniciante, não cometa esses erros

Infelizmente essa é uma verdade: no início, é normal cometer erros como social media. Mas o problema maior é não corrigir isso e seguir patinando como profissional dessa área.

Isso acontece na maioria das vezes por falta de conhecimento, falta de orientação ou mesmo achar que você não tem tanta importância para a estratégia do cliente. O primeiro passo é mudar esse seu pensamento e se portar como um profissional da área.


E para te ajudar nesse processo, vamos apresentar um conteúdo com sete erros como social media que você não deve cometer. Confira!

1. Apresentar um combo

Combo é coisa de rede de fast food. Combo não é coisa de social media. Aquilo de apresentar para o cliente que vai criar por semana três posts para Instagram, três posts para Facebook, um postblog e um e-mail marketing é um erro.

Apresentar um combo de serviços desvaloriza o seu trabalho. E vamos dizer já no começo: social media é um estrategista digital. Ele não vende serviços, ele vende resultados. 

É saber o que o cliente quer e fazer ele atingir seus objetivos, por meio de um planejamento de conteúdo que será executado.

Se você mensurar seu trabalho em número de posts vai acontecer exatamente o que estamos te dizendo agora: esse cliente vai consultar outro social media, vai consultar outra agência. E pode acontecer de perceber que esse concorrente faz mais posts, por um valor menor.

2. Produzir conteúdo sem estratégia aprovada

Isso é algo que vemos bastante. Social media começando a produzir sem ter uma estratégia de conteúdo já aprovada pelo cliente. 

Fazedor de post não é social media. Isto é, o social media é o estrategista, é aquele que identifica o DNA do cliente, que conhece as linhas editoriais, que faz uma persona, e que elabora esse planejamento e mostra ao cliente o que será abordado em suas redes sociais, e por qual objetivo.

Além disso, apresenta um calendário de publicações ao cliente, para que ele compreenda qual a conexão que existe em cada post, qual o objetivo e com quem irá se comunicar. Esse é o papel do social media.

Confira também::: A fantástica fábrica de conteúdo inteligente

3. Não discutir com o cliente os objetivos do projeto

Por exemplo, se você vai atender uma livraria, você precisa saber quantos livros esse cliente vende, e quantos livros ele pretende vender. É com base nessa informação que você vai construir um conteúdo que faça a livraria vender mais.

E isso é em qualquer área. Antes de tudo é necessário sentar com o cliente, compreender quais seus objetivos e porquê ele quer contratar seus serviços. Não é apenas para ter posts nas redes sociais, mas sim ele tem um objetivo. 

É papel do social media identificar isso, desenvolver a estratégia e executar a ação.

4. Não vender a estratégia

Isso é outro erro que social media comete bastante comum. Ele às vezes até sabe elaborar estratégia, mas entrega ao cliente antes mesmo de receber. 

Isso pode fazer esse cliente levar suas ideias e seu conhecimento para outra empresa, que cobra mais barato. Ou seja, ele levará todo o seu planejamento para que outro social media execute.

Jamais permita que isso ocorra com você. Sempre que falar das suas ideias com seu cliente, já esteja sendo pago para isso. 

5. Social Media se intitulando assistente virtual

O fato de você trabalhar online, ou atender seus clientes remotamente, não te faz um assistente virtual.

O estrategista de conteúdo tem um papel fundamental no desenvolvimento de qualquer negócio. Ou seja, sua função como estrategista de rede social é fundamental nos dias de hoje e qualquer empresa que não tenha um bom profissional nessa área consegue êxito no meio digital.

Se você for apenas um assistente virtual, você vai receber o salário de um assistente. Ou seja, não espere ganhar por ser um estrategista digital.

6. Não ter site e/ou portfólio

Você precisa ter um site e/ou um portfólio, com seus cases, mostrando o que sabe fazer. Para você compreender como fazer esse portfólio, vamos deixar um link aqui com um modelo que você pode usar.

Quero conhecer um modelo de portfólio agora!

Aliás, a partir do momento que você tem uma boa apresentação do seu trabalho, da sua trajetória, fica muito mais fácil convencer o cliente que você é o melhor profissional que ele pode contratar.

7. Achar que seu cliente é o seu patrão

O pior de todos os erros é achar que o cliente é seu patrão. Se você estiver cometendo esse erro, não adianta nada estar acertando em todos os outros. 

Por exemplo, não existe hierarquia entre quem contrata um serviço e quem presta um serviço. Esse pensamento e tipo de comportamento é lá da época do senhor feudal. É preciso entender que o social media fala de igual para igual com seu cliente.

Em resumo, o social media é um estrategista e tem um papel fundamental nessa empresa que está atendendo. É um consultor de conteúdo, e não é um empregado. É preciso ter essa clareza de que cliente não é patrão. 

Leia também::: Como vender o serviço de Social Media?

Não cometa erros como social media

Se seguir essas dicas que apresentamos acima, você tem tudo para ganhar muito dinheiro como social media. Mas para isso é necessário que você também mude seu pensamento e se coloque como um estrategista digital e que vai entregar soluções aos seus clientes.

Dessa forma, a partir do momento que essa mudança ocorre, pode ter certeza que você passará a ser mais respeitado também no mercado e conseguirá cada vez mais clientes para seu trabalho.

Por fim, esperamos que tenha gostado do artigo sobre erros como social media que você não deve cometer. E já aproveitamos e compartilhamos esse super vídeo gravado pela nossa CEO Rejane Toijo falando também sobre o tema. É só dar o play!

Treinamento on-line para aprender a criar conteúdo e

crescer nas redes sociais

rejane-toig

Rejane Toigo

DIGITAL STRATEGIST & NEUROMARKETING CEO. Distribuição on-line de conteúdo científico.